Apoio

      

Realização:

 

 

Redes Sociais

            

 

Cadastre-se

Home

Dança do Ventre

 

Movimentos ondulados, embalados pelos sons do oriente, cobertos por véus de fina seda, do conjunto reluz o ouro e um contorno de sonhar ou é a vez da espada, que ligeira desenha riscos no ar? Um Derbak marca o compasso, o ritmo incendeia a vida, a luz da vela que também quer dançar, a língua do fogo que roça as sombras e os ventres a bailar. 

Louvada seja a dança

Louvada seja a dança
porque ela liberta o homem
do peso das coisas materiais,
e une os solitários
para formar sociedade.
Louvada seja a dança,
que tudo exige e fortalece,
saúde, mente serena
e uma alma encantada.
A dança significa transformar
o espaço, o tempo e a pessoa,
que sempre corre perigo
de se desfazer e ser ou somente cérebro,
ou só vontade ou só sentimento.
A dança porém exige
o ser humano inteiro
ancorado no seu centro,
e que não conhece
a obsessão da vontade de dominar
gente ou coisas, e que não sente
a demonia de estar perdido
no seu próprio ser.
A dança exige o homem livre e aberto
vibrando na harmonia de todas as forças.
Ó homem, ó mulher, aprenda a dançar
senão os anjos do céu
não saberão o que fazer contigo.
(Santo Agostinho, 354-430)

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

Últimas Atualizações

As mais lidas

Cecco Ibirapuera

 

 

Projetos

Projeto Crer Ser